Sábado, 15 de Dezembro de 2007

O segredo que te contei

Contei-te hoje aquele mais bem guardado segredo que eu possuia. Confessei-te o que eu achava ser o meu mais estupido mini-unico-preconceito-educacional que podia alguma vez ter em mim, a tua reacção foi exatamente a que eu esperava.

Um segredo que pouquissimas pessoas sabem mas que todos desconfiam, um segredo bem guardado que já não conseguia ter só para mim, tinha medo do teu pensamento mas mesmo assim decidi enfrentá-lo pois como te disse ao pensar nas duas situações, são um bocadinho identicas.

Sempre fui uma miuda educada com muitos protocolos, protecção e escandalos familiares que a toda a hora eram minimizados ao mais ridiculo promenor. Sempre achei que não tinha preconceitos absolutamente nenhuns e que o mundo estava a mudar, já ninguem ligava nem dava importancia a aspectos que começavam a ser considerados ''normais'', mas aprendi que o (meu) mundo nao funciona assim! Só depois de passarmos por determinadas situações é que nos vamos conhecendo interiormente e cada pedaço da nossa existencia e dos nossos valores. A maturidade nao é uma disciplina que se aprenda é um bem intangivel que se conquista. E se houve situação que me fizesse crescer no meu ultimo ano e meio foi descobrir que as minhas duas melhores amigas eram homossexuais e que respectivamente andavam uma com a outra, nao me contaram directamente mas aperceberam-se de toda esta minha fase de crescimento interior e o motivo que o tinha provocado. A minha reacção ao ter a certeza foi ficar, como se o meu corpo todo tivesse parado, mesmo sem reacção alguma possivel. Fiquei esquesita o resto do dia, custou-me a digerir tudo isso e falei com elas. Pois apercebi-me que é um assunto que embora me faça confusão eu aceito e ,mais que aceitar, respeito.

A tua reacção como já esperava foi ficar escandalizado, não aceitares completamente aquela diferença que as destingue de todas as leis que nos ensinam e ainda para mais tu que nasceste e precorreste já algumas gerações. Não podia esperar outra coisa. Mas consegui dar-te a volta e lá acalmei a tua revolta.

Percebes-te agora o que sentiste?

Percebes-te agora o que é o preconceito e o que ele faz as pessoas?

Percebes-te como se julgam as pessoas sem conhecer-mos as verdadeiras razões para agirem desta ou daquela maneira?

É assim que, não só os homossexuais, todos aqueles que escolhem serem ''diferentes'' são tratados pela sociedade que nos vê crescer a cada dia. Pensa que a relação delas é como a nossa. Não podem mostrar os seus sentimentos, andam sempre com medo do que os outros podem dizer, têm uma reputação a manter, vivem um amor fechadas dentro de quatro paredes como se fosse um esconderijo, o povo reprova e fazem-nas sentir mal. Assim estamos sempre nos, com medo que alguem descubra o nosso maior fruto que nos une e com medo de represálias. Somos também nos olhados com discriminação... Afinal tens filhos mais velhos que eu e os meus pais sao mais novos que tu!

 

Um beijo

 

Bom fim de semana a quem vai passando!

.::.Humor Proibido.::.: desanimada s/força p/continuar
.::.Musica Proibida.::.: Sem ar - D'Black

.::.Fruto Proibido.::.

.::.Pesquisa.::.

 

Setembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
19
21
22
23
24
25
26
28
29
30

.::.Frutos Recentes.::.

O segredo que te contei

.::.Frutos Passados.::.

Setembro 2008

Agosto 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

tags

todas as tags

.::.Frutos Favoritos.::.

Não vou escrever nada par...

Um estranho pensamento

blogs SAPO

subscrever feeds